Veja Aqui Os Melhores Vídeos

Loading...

Tradução

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Cursos 24 Horas

Rápido e Prático. Fazer Cursos Online é uma forma rápida e prática de aprender. É possível iniciar um curso em qualquer dia, não é necessário apresentar documentos ou participar de processos burocráticos para iniciar as aulas. http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao16205&id=16515.asp Cursos Online com Certificado
Cursos 24 Horas - Cursos Online a partir de R$ 20 ">

domingo, 28 de novembro de 2010

O tempo de Deus


Em alguns momentos, temos a impressão de que Deus está muito distante como se estivesse indiferente as nossas necessidades, sem pressa alguma em nos atender. Surge, a partir daí, uma tensão, entre a nossa pressa e a aparente demora de Deus. O resultado, não raro, é a sensação de abandono, de agonia e de impotência total.

Há três reflexões que precisamos fazer nessas ocasiões. A primeira, Deus não tem pressa! O agir de Deus como Senhor do tempo, da vida e da história é na exata medida de sua precisão. Ele é perfeito em tudo que faz. A pressa é própria do homem. Nossas neuroses não combinam com a paciência de Deus, sendo sempre bom lembrar que a nossa pressa não altera a ordem natural das coisas. O fluxo da vida é como o leito de um rio, que corre sozinho, sem pressa que ninguém precise apressá-lo.

Em segundo lugar, a aparente demora de Deus deve ser entendida por nós como um tempo pedagógico. Enquanto esperamos, Ele nos está ensinando algo. Muitas vezes, é na expectativa da espera que encontramos tempo para um mergulho em nossa interioridade. Mudamos nossas percepções, refletimos sobre nossos valores, sentimentos e prioridades. Esperar origina uma forma de aprender. Quando esperamos por Deus, estamos aprendendo com ELE.

Uma terceira reflexão que deparamos no espaço do tempo entre a procura e a resposta, é que na vida nada melhor que um dia após o outro. O tempo sempre nos traz a luz aquilo que não conseguimos enxergar de imediato, porque a pressa encobre nossa visão. Consequentemente, a paciência produz a experiência, e a experiência nos conduz a esperança. Quem quiser colher frutos no futuro, precisa aprender a plantar esperança e paciência. Logo, por que apressar o rio se ele corre sozinho e naturalmente?

A cultura do imediato, das respostas prontas, da comida rápida e das demais neuroses que a sociedade moderna nos impõe, acaba roubando de nós a paciência, uma das virtudes mais indispensáveis para quem quer viver uma vida melhor, e colher os frutos de um amanhã salutar.

A vida desenvolve uma contínua construção, sempre inacabada, que exige repensar valores, vivenciar novos sentimentos, aprender novas lições, conquistar novos espaços e vislumbrar novos horizontes. A vida é pedagogia pura. Ela é um aprendizado forjado nas lições do cotidiano.

Deixemos, pois, que cada dia dê conta de si mesmo, e que despeje suas águas turvas, cheias de mazelas e tensões, sempre ao pôr do Sol. Tenhamos sempre em mente que Deus está no controle de tudo inclusive do tempo. Porque, então apressar o rio? Siga o conselho de Jesus, o Mestre da vida:

"NÃO ANDEIS ANSIOSOS PELO AMANHÃ; BASTA CADA DIA O SEU PRÓPRIO MAL".

Deus não tem pressa! Nós é que não sabemos viver.

LISTA DE PEDIDOS PARA DEUS


Eu pedi FORÇA:
E Deus me deu dificuldades para me fazer forte;
Eu pedi SABEDORIA:
E Deus me deu problemas para resolver;
Eu pedi PROSPERIDADE:
E Deus me deu cérebro e músculos para trabalhar;
Eu pedi CORAGEM:
E Deus me deu obstáculos para superar;
Eu pedi AMOR:
E Deus me deu pessoas com problemas para ajudar;
Eu pedi FAVORES:
E Deus me deu Oportunidades;
Eu não recebi nada do que pedi:
Mas eu recebi tudo de que precisava.

O BAMBU


Depois de uma grande tempestade, o menino que estava passando férias na casa do seu avô, o chamou para a varanda e falou:

- Vovô corre aqui! Explica-me como esta figueira, árvore frondosa e imensa, que precisava de quatro homens para abraçar seu tronco se quebrou, caiu com vento com a chuva, e este bambu tão fraco continua de pé?

- Filho, o bambu permanece em pé porque teve a humildade de se curvar na hora da tempestade. A figueira quis enfrentar o vento.
O bambu nos ensina sete coisas. Se você tiver a grandeza e a humildade dele, vai experimentar o triunfo da paz em seu coração.

A primeira verdade: que o bambu nos ensina, e a mais importante é a humildade diante dos problemas, das dificuldades. Eu não me curvo diante do problema e da dificuldade, mas diante Daquele, o único, o Príncipe da Paz, Aquele que me chama, que é o Senhor.

Segunda verdade: o bambu cria raízes profundas. É muito difícil arrancar um bambu, pois o que ele tem para cima ele tem para baixo também. Você precisa aprofundar a cada dia suas raízes em Deus e na oração.

Terceira verdade: Você já viu um pé de bambu sozinho? Apenas quando é novo, mas antes de crescer ele permite que nasçam outros ao seu lado (como no cooperativismo). Sabe que vai precisar deles. Eles estão sempre grudados uns nos outros, tanto que de longe parecem com uma árvore. Às vezes tentamos arrancar um bambu lá de dentro, cortamos e não conseguimos. Os animais mais frágeis vivem em bandos, para que desse modo se livrem dos predadores.

A quarta verdade: que o bambu nos ensina é não criar galhos. Como tem a meta no alto e vive em moita, comunidade, o bambu não se permite criar galhos. Nós perdemos muito tempo na vida tentando proteger nossos galhos, coisas insignificantes que damos um valor inestimável. Para ganhar, é preciso perder tudo aquilo que nos impede de subirmos suavemente.

A quinta verdade: é que o bambu é cheio de 'nós' (e não de eu's). Como ele é oco, sabe que se crescesse sem nós seria muito fraco. Os nós são os problemas e as dificuldades que superamos. Os nós são as pessoas que nos ajudam, aqueles que estão próximos e acabam sendo força nos momentos difíceis. Não devemos pedir a DEUS que nos afaste dos problemas e dos sofrimentos. Eles são nossos melhores professores, se soubermos aprender com eles.

A sexta verdade: é que o bambu é oco, vazio de si mesmo. Enquanto não nos esvaziarmos de tudo aquilo que nos preenche, que rouba nosso tempo, que tira nossa paz, não seremos felizes. Ser oco significa estar pronto para ser cheio do Espírito Santo.

Por fim, a sétima lição que o bambu nos dá é exatamente o título do livro:
ele só cresce para o alto. Ele busca as coisas do alto. Essa é a sua meta.

Que possamos deixar de lado toda a malícia, toda a vaidade, toda a inveja, toda a cobiça, toda imoralidade, toda a maldade, toda a impureza, toda a lascívia, toda a contenda, todo o ódio, toda a amargura, toda maledicência, toda feitiçaria, toda inimizade, todo ciúme, todas as brigas, toda a ira, todas as bebedices, toda a farra, toda desunião, todo o egoísmo e outras coisas parecidas com essas.

Repito o que já disse: os que fazem essas coisas não herdarão o Reino de Deus. Gálatas 5:19-21.
E que possamos nos revestir de toda alegria, amor, bondade, benignidade, mansidão, domínio próprio, humildade, paciência, delicadeza, fidelidade. Não devemos ser orgulhosos, nem provocar ninguém, nem ter ciúmes um dos outros.

Que Deus possa nos ajudar a sermos corretos em nossos caminhos para que possamos servi-lo com inteireza de coração.

Desconheço esta sábia autoria.

sábado, 27 de novembro de 2010

O segredo está nos joelhos.


Você já viu um passarinho dormindo, em um galho ou em um fio, sem cair?
Como é que ele consegue isso?

Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço.
O segredo está nos tendões das pernas do passarinho. Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa.

Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar.
O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa.

Que desenho incrível que o Criador fez para segurar o passarinho.
Mas, não é tão diferente em nós.
Quando nosso “galho” na vida fica precário, quanto tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem dos joelhos dobrados, em oração.

Se você algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que faz você perderem a fé, desanimar de caminhar; não caminhe mais sozinho.
Jesus quer fortalecer você e caminhar com você por toda sua vida!
É Ele que renova suas forças e sua fé.

E se cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você, seu filho amado.

Dobre os joelhos e ore, Deus escuta o silêncio do seu coração e o seu clamor.
Deus te abençõe ricamente!!!!

Com muita Paz no coração

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Minha lista do nunca mais:


Há poder em suas palavras... Não esqueça!

Nunca mais direi "eu não posso”, pois posso todas as coisas naquele que me fortalece. (Filipenses 4.13).

Nunca mais alegarei falta de alguma coisa, pois o meu Deus suprirá todas as minhas necessidades segundo a gloriosa riqueza em Cristo Jesus. (Filipenses 4.19).

Nunca mais direi que tenho medo. "Porque Deus não nos deu espírito de timidez, mas de poder, de amor e de moderação". (2Timóteo 1.7).

Nunca mais direi que tenho dúvida ou falta de fé, porque tenho um conceito equilibrado, de acordo com "a medida da fé que Deus repartiu a cada um". (Romanos 12.3).

Nunca mais direi que sou fraco, porque "O senhor é a força da minha vida" (Salmos 27.1) e "mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte, e fará proezas" (Daniel 11.32).

Nunca mais direi que satanás tem poder em minha vida, porque maior é aquele que está em mim do aquele que está no mundo. (1João 4.4).

Nunca mais direi que estou derrotado, porque Deus sempre nos faz triunfar em Cristo. (2 Coríntios 2.14).

Nunca mais direi que não tenho sabedoria, pois sou de Deus, em Cristo, "o qual para nós foi feito por Deus sabedoria". (1 Coríntios 1.30).

Nunca mais direi que estou doente, pois "pelas suas pisaduras fomos sarados" (Isaías 53.5) e Jesus "tomou sobre si as nossas enfermidades e levou sobre si as nossas doenças". (Mateus 8.17).

Nunca mais direi que estou preocupado e frustrado, pois a Bíblia diz: "Lançai sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós". (1 Pedro 5.7).

Nunca mais direi que sou escravo pois "onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade". (2 Coríntios 3.17). Meu corpo é o templo do Espírito Santo!

Nunca mais direi que estou condenado, pois "agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus". (Romanos 8.1. Estou em Cristo; portanto livre da condenação.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

CONVENCIDO, CONVERTIDO ou CONHECIDO?




Convencido significa como aquele que se convenceu, que é convicto de algo. Também significa convencida aquela pessoa que acha mais de si, mesma.
Que se acham mais do que convém.

Muitos têm abraçado a fé cristã, tem aceitado a seguir Jesus, mas na realidade muito poucos tem entendido o que é ser cristão. Ser cristão é mais do ir à igreja em finais de semana e ler a palavra de Deus nos cultos.
Ser cristão é viver uma vida transformada a cada dia. Muitos acabam no meio da caminhada cristã, porque o coração deles não está focado em Deus e o temor deles, consiste em mandamentos de homens.
Tito 1:16.No tocante a Deus ,professam conhecê-lo mas negam com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes e reprovados para toda boa obra.
O convencido muitas vezes se veste como crente, fala como crente, mas sua mente é dúbia, tem ânimo dobre, ou seja, é inconstante. Um dia pode estar na igreja e ser “uma benção” louvando ao Senhor, mas no outro junto à roda dos escarnecedores, numa mesa de bar, ou indo a outros lugares onde Deus não habita.
O salmos 1 diz: Bem aventurado o homem que não anda segundo o conselho de ímpios. Nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores, antes tem o seu prazer na lei do Senhor e nela medita dia e noite. (Sl 1:1-2).
Aqui neste texto se fala em ação: andar ouvindo o conselho descrente, parar no caminho que eles andam e se assentar, que significa, compactuar com seus atos.
O Senhor adverte: “vós que sois de ânimo dobre (inconstantes), limpai o coração (Tiago 4:40).
Deve partir do verdadeiro cristão a ação de limpar o coração, andar em retidão e estar com seu coração cheio de Deus. Os convencidos aceitam Jesus, mas não estão arraigados no Senhor, nem o coração firme em Deus. São aqueles cuja semente foram plantadas em solo rochoso,que ouvem a palavra, mas por não terem raiz e uma profundidade em Deus acabam sendo sucumbidos pelas tribulações e perseguições da vida. (Marcos 4:5-6;16-17). Embora muitos indo a cultos da igreja não o glorificam com sua vida, vindo perseguição por causa da palavra ,negam Jesus. Pedro foi um desses que foi chamado, andou com Jesus, mas cujo coração não estava totalmente em Deus. Apesar de não pecar, Pedro era inseguro, pois era de crente de boca, como muitos hoje. Fazia promessas a Deus, de nunca o abandonar, mas foi o primeiro a o negar. Foi identificado como cristão, quando Jesus foi preso, mas negou ser discípulo de Cristo. Da mesma forma que lhe foi revelada , pelo Espírito que Jesus era o Cristo, também Satanás o incitava a negar a obra da cruz e não compreender as coisas que são de Deus. (Mc 16:16-17;21-22).
Muitas vezes as pessoas não entendem o porque Jesus disse a Pedro isso:
“Pedro quando te converteres, fortalece teus irmãos” (Lucas 22:31-33). O convencido sempre acha que está firme em Deus. O Senhor sabia das fraquezas de Pedro. Teve misericórdia dele, quando Satanás o quis cirandar como trigo, por sua legalidade e o Senhor rogou por Ele. (Lucas 22:31-32). Muitas vezes damos legalidade ao inimigo agir em nossas vidas. Assim como Pedro, Judas andava com Jesus e estava convencido que o que fazia era o melhor, entregando Jesus. Mas Judas nos mostra que a palavra de Deus em sua vida foi semeada entre os espinhos (Mc 4:19). Mas este é o pior tipo de convencido, que é aquele que troca Deus por riqueza, pelos cuidados do mundo, como o jovem rico, como Ananias e Safira que preferiram roubar a Deus. Estes por mais que andem com Jesus, nunca darão fruto, pois divide Deus com o mundo E não podemos servir a dois senhores.
A Deus ou as riquezas (Lc 16:13).

Convertido: Que mudou seu caminho, que se transformou – A palavra do Senhor diz em Romanos 12:2 diz: “Não vos conformeis com este século (mundo), mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimente qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. (Rm 12:2). A palavra de Deus para mudança de mente é metanóia. Essa mudança de mente e transformação só é possível quando buscamos a presença de Deus e recebemos do seu Espírito Santo Essa renovação de mente só virá quando formos “esclarecidos” pelo Espírito Santo. A palavra do Senhor diz que é o Espírito que convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo. (Jo 16:8). O Espírito Santo é que ensina e nos faz lembrar-se de tudo que Jesus disse, da palavra de Deus (Jo 14:26). É o Espírito Santo que testemunha ou seja, testifica Jesus e só assim conseguimos testemunhar Jesus aos outros, através do Seu Espírito. Muitos cristãos não foram transformados ainda, nem se converteram, pois não receberão o Espírito de Deus, o Consolador. É por isso que muitos tem tido dificuldade em sua vida cristã. A palavra do Senhor diz que o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda verdade e anunciam as coisas que hão de vir. (Jo16:13). Um exemplo disso é o próprio Pedro. Pedro como foi dito anteriormente andava com Jesus, foi chamado, mas era convencido. Enquanto andava com Jesus, mas não tinha revelação completa do propósito, Pedro vivia inconstante, mas quando da descida do Espírito Santo em pentecostes, vemos um outro Pedro se levantando.
Um Pedro mais ousado, que não negava seu mestre, que testemunhava dele com autoridade e poder (At 2:14-38). Conversão significa abandonar o pecado e aproximar-se de Deus(At 3:19). E esta relacionada ao arrependimento.
Pedro chorou amargamente quando negou Jesus (Mt 26:74) e se lembrou de suas palavras. Todo aquele que confessa e abandona seus pecados alcança misericórdia. O arrependimento gera conversão e conversão pela fé, gera transformação. A verdadeira conversão gera uma Transformação visível, transformação de mente e atos. Ser convertido não é freqüentar uma igreja, é mais que isso, é ser transformados em Deus de glória em glória, pelo Espírito na sua própria imagem (2 Co 3:18). Os novos convertidos da igreja primitiva não andavam conforme pensamos egoístas, mas diz que em cada alma havia temor, que perseveravam juntos na comunhão e oração (At 4:32-34). Perseveravam unânimes, faziam refeições com simplicidade e alegria. (At 2:42-47). Diz a palavra que com tudo isso contava com a simpatia e deus acrescentava dia após dia os que ia sendo salvos. Conversão gera testemunho que gera frutos, ou seja, outras conversões. (Mt 7:20).
Amados, nós somos conhecidos não por quem nós somos, nem pelo que dizemos, mas pelos nossos frutos, Paulo foi um exemplo de conversão. Passou de perseguidor aos crentes a apóstolo e perseguido. Jesus disse: Serão perseguidos por causa do meu nome. Paulo no dia que foi curado recebeu e ficou cheio do Espírito Santo (At 9:17). Quando somos cheios do Espírito, somos testemunhas vivas de Deus, quando vivemos uma vida rasa diante de Deus não passamos de religiosos ou igrejeiros. O convencido anda conforme a carne, mas o conhecido de Deus segundo o Espírito.

Conhecido: Que muitos conhecem, que tem noção ou experiência, sabido, experimentado, versado e famoso por suas obras.
“Por seus frutos os conhecereis. Porventura se colhem uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim toda árvore boa produz bons frutos, toda árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos, nem a árvore má dar frutos bons”
Nem todo que me diz: Senhor, Senhor. Entrará, no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai (Mt 7:16-21).
Fazer a vontade de Deus é a característica do conhecido de Deus. Jesus disse: Eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. (Jo 6:38). Para ser conhecido de Deus é preciso viver em obediência.
Jesus disse a seus discípulos: Eis que vos envio a promessa do meu Pai, ficai, porém na cidade de Jerusalém até serem revestidos de poder (Lc 24:49). E esse foi a diferença para os cristãos, a vinda do Espírito Santo. Somos conhecidos por Deus, quando agirmos em conformidade com sua palavra, não somente com sinais, que fazemos em nome dele, mas por nossas atitudes como cristãos. Diz a palavra que os discípulos foram chamados cristãos na cidade de Antioquia quando, mesmo perseguidos anunciavam o nome de Jesus . E por causa deste nome a mão do Senhor era com eles e grandes números de pessoas creram se converteram ao Senhor. E esta fama chegou a igreja que estava em Jerusalém.
Jesus disse que aquele que me confessar diante dos homens eu os confessarei ao Pai e seus anjos. (I Jo 2:23; Lc 12:8 ). Quando testemunhamos Jesus, somos testemunhados por Ele. E com isso fazemos os mesmos sinais que Ele faz. Jesus disse: Fareis os sinais e até maiores que esses e estes sinais seguiram ao que crerem. Como já havia dito os sinais em si não nos torna conhecidos, mas quando fazemos sinais em obediência a Deus.
Uma vez aconteceu dos filhos de Ceva tentou expulsar demônios em nome de Cristo a quem Paulo pregava. Estes não obtiveram êxito, pois não eram conhecidos de Deus, nem das potestades malignas. Os demônios escarneceram os filhos de Ceva e disseram: Eu conheço Cristo e Paulo, mas vocês quem são?
(At 19:13-16). Também a Bíblia relata quando Jesus chegou a Gadara, havia demônios no gadareno que diziam: Que temos nós contigo, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo? (Mt 8:28-29).
Isso quer dizer que somos conhecidos por Deus e somos ameaça ao poder das trevas, sendo conhecidos também por eles. Mas isso não significa que fazemos por completo a vontade de Deus. Fazer esses sinais são ordens do Senhor (Mt 10:8), porém fazer a vontade do Senhor é fazer algo completo.

A Bíblia nos afirma que embora muitos tenham feito proezas,sinais,nem todos os que tais praticam são conhecidos Dele, mas somente aqueles que fazem a vontade de Deus
Mateus 7:21-23
Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.
Portanto se quisermos ser conhecidos de Deus devemos buscar não somente ser usado, ser revestido de poder. Mas saber diariamente qual é a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para nós (Rm 12:2)
E como Paulo ter a mesma certeza que o apóstolo teve quando disse aos Coríntios:
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. (I Cor 13:12)

Fonte:
Ministério Com Cristo
http://www.cassiooliv.wordpress.com/

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Preciso De Ti


Preciso De Ti
Preciso Do Teu Perdão
Preciso De Ti
Quebranta Meu Coração
Como A Corça Anseia Por Águas Assim Tenho Sede
Como Terra Seca Assim É A Minh’alma
Preciso De Ti

Distante De Ti Senhor Não Posso Viver
Não Vale A Pena Existir
Escuta O Meu Clamor Mais Que O Ar Que Eu Respiro
Preciso De Ti

Não Posso Esquecer O Que Fizeste Por Mim
Como Alto É O Céu Tua Misericórdia É Sem Fim
Como Um Pai Se Compadece Dos Filhos Assim Tu Me Amas
Afasta As Minhas Transgressões
Preciso De Ti

E As Lutas Vêm Tentando Me Afastar De Ti
Frieza E Escuridão Procuram Me Cegar
Mas Eu Não Vou Desistir Ajuda-Me Senhor
Eu Quero Permanecer Contigo Até O Fim

Ana Paula Valadão
Diante do Trono

sábado, 20 de novembro de 2010

Dia da Consciência Negra


O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A semana dentro da qual está esse dia recebe o nome de Semana da Consciência Negra.

A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro (1594).

Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização perante a sociedade.

Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.
O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos; até então, o movimento negro precisava se contentar com o dia 13 de maio, Abolição da Escravatura – comemoração que tem sido rejeitada por enfatizar muitas vezes a "generosidade" da Princesa Isabel.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Dia da Consciência Negra, Feriado em muitos municípios, comemorado no dia 20 de novembro remete-nos a Zumbi dos Palmares, o maior ícone da resistência negra ao escravismo no Brasil. Data marcada país afora por manifestações, passeatas e seminários em várias cidades brasileiras, em cerca de 225 municípios trata-se de feriado, tamanha a importância do evento. O estado onde mais cidades decretaram feriado é o Rio de Janeiro.

O Mito:
Zumbi foi o grande líder do quilombo dos Palmares, respeitado herói da resistência anti-escravagista. Pesquisas e estudos indicam que nasceu em 1655, sendo descendente de guerreiros angolanos. Em um dos povoados do quilombo, foi capturado quando garoto por soldados e entregue ao padre Antonio Melo, de Porto Calvo. Criado e educado por este padre, o futuro líder do Quilombo dos Palmares já tinha apreciável noção de Português e Latim aos 12 anos de idade, sendo batizado com o nome de Francisco. Padre Antônio Melo escreveu várias cartas a um amigo, exaltando a inteligência de Zumbi (Francisco). Em 1670, com quinze anos, Zumbi fugiu e voltou para o Quilombo. Tornou-se um dos líderes mais famosos de Palmares. “Zumbi” significa: a força do espírito presente. Baluarte da luta negra contra a escravidão, Zumbi foi o último chefe do Quilombo dos Palmares.

O Dia da consciência negra:
A lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003, incluiu o dia 20 de novembro no calendário escolar, data em que comemoramos o Dia Nacional da Consciência Negra. A mesma lei também tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira. Nas escolas as aulas sobre os temas: História da África e dos africanos, luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, propiciarão o resgate das contribuições dos povos negros nas áreas social, econômica e política ao longo da história do país. Fonte: http://www.brasilescola.com

Fonte: http://www.culturadebolso.org/consciencia-negra/

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Me Converti. E agora?


Parte 3 - Última
Atenção: Para ler a Parte 2 desta série de estudos sobre Conversão, acesse o Site: www.davidquinlan.com.br
FAÇA PARTE DA IGREJA, A FAMÍLIA DE DEUS

O homem e os relacionamentos.
O homem foi criado para ter relacionamentos. Sem relacionamentos ele definha e perde a alegria de viver. Hoje em dia, a sociedade em que vivemos parece empurrar as pessoas para o isolamento. As casas são cada dia mais auto-suficientes, com o telefone e a internet não é necessário se encontrar mais com as pessoas fisicamente - só virtual; lazer agora é pela TV a cabo ou internet; até esportes podem ser praticados virtualmente na frente da tela de TV; comida de todos os tipos são entregues em casa; muitos serviços são feitos sem precisar mais sair de casa. E mesmo dentro da própria casa, cada membro da família cria a sua própria ilha, se isolando uns dos outros. Não é sem razão que nunca tivemos tantos casos de problemas emocionais, transtornos psicológicos, depressões e síndromes mentais.

Igreja - Sonho de Deus
O homem foi criado para ter relacionamentos. Precisamos nos cercar de pessoas que querem crescer na mesma direção que nós. Amós 3:2 pergunta: “Duas pessoas andarão juntas se não estiverem de acordo?” Onde estão as pessoas que querem relacionamentos baseados nos princípios da Palavra de
Deus? Na Igreja! A Igreja não é um prédio, não é um clube ou associação. A Igreja somos nós - o povo de Deus reunido, que busca conhecê-lo cada dia mais e deseja ter a própria vida transformada e ajudar este. A Igreja é sonho de Deus para nós. Algumas características importantes:
Ela não é perfeita, pois é formada de pessoas imperfeitas como eu e você. Aqui você encontrará pessoas lutando contra a mentira, contra a maldade interior, contra a sensualidade, contra a imoralidade, contra o falar mal uns dos outros. Os mesmos problemas de todo mundo, mas com uma diferença – nós queremos vencê-los, queremos largá-los, queremos ser vitoriosos sobre eles. E buscamos juntos a força de Deus para isso.

É um ambiente onde Deus é convidado para agir sobrenaturalmente. Cremos que Deus está aqui entre nós e por isso ele vai realizar grandes coisas neste lugar. Com seu Espírito Santo, ele toca corações e se revela para todos os que o buscam.
É um grupo de aceitação - somos aceitos como somos não deve haver julgamentos entre nós, acusações, complexos de superioridade nem de inferioridade. Somos todos iguais – pecadores carentes do amor e compaixão de Deus. Por isso podemos nos aceitar como somos.
É um lugar de transformação - como somos imperfeitos, Deus deseja nos mudar para que sejamos parecidos com seu Filho Jesus. Filipenses 1:6: “Aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus”. Se você deseja mudar, aqui é um ótimo lugar. Vamos ajudar uns aos outros - motivando, corrigindo, desafiando, suportando - sempre juntos! E Deus faz a obra!

Tem por objetivo atrair novas pessoas que reconhecem que precisam de ajuda e desejam conhecer a Deus. Se você chegou aqui é porque alguém se preocupou com você. Se você está feliz com a transformação que você está experimentando, da mesma forma outras pessoas também precisam conhecer o amor de Deus. Compartilhe com outro o que tem acontecido na sua vida. (Veja João 9:25 - um cego mal sabia o que tinha acontecido, mas já estava testemunhando do milagre ocorrido em sua vida).

Fonte: Estudos extraídos da série de consolidação da Igreja Batista Central de Belo Horizonte
Site: www.davidquinlan.com.br

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Me converti. E agora?


Parte 1

VIVA UMA NOVA VIDA LIVRE DO PECADO

Uma pergunta comum que muitos cristãos fazem é: “O que acontece quando eu peco e faço coisas que desagradam a Deus?” Em outras palavras “A minha comunhão é quebrada?”, “Jesus sai da minha vida”. Para tratar do assunto acima, leia o trecho abaixo e explique ao novo convertido a diferença entre RELACIONAMENTO e COMUNHÃO.

RELACIONAMENTO:
Podemos ilustrar a diferença entre o nosso relacionamento e a nossa comunhão com Deus, usando a relação que existe entre pai e filho numa família. Quando um menino nasce em uma família, ele é filho de seu pai (tem a vida de seu pai nele, o DNA, usa o sobrenome do pai, etc.). Vamos supor que o filho decida deixar a sua casa e viver uma vida em desacordo com a vontade do pai (fazer muitas coisas que envergonham e entristecem o seu pai). Ele ainda é filho de seu pai? O relacionamento de pai e filho é permanente e ele existe a independente do comportamento do filho.

COMUNHÃO:
No entanto, o que aconteceria com a comunhão entre eles? (Resposta: Por causa da atitude do filho a comunhão entre eles seria quebrada).
O que o filho precisaria fazer para restaurar a comunhão? (Resposta: O filho precisaria ir ao seu pai, admitir que estava errado e pedir perdão.) Vamos ligar essa ilustração ao nosso relacionamento com Deus.

Nosso RELACIONAMENTO com Deus - nosso pai é permanente. Somos seus filhos e nosso RELACIONAMENTO com ele nunca muda. Mas, quando pecamos e fazemos coisas que desagradam a Deus nossa COMUNHÃO é interrompida. Então, para que nossa COMUNHÃO seja restaurada, precisamos admitir diante dEle que erramos e aceitar seu perdão. O novo convertido precisa entender que quando ele peca, ele assume novamente o controle de sua vida e sua comunhão com Deus é quebrada. Para restaurar sua comunhão com Deus, ele precisa confessar seu pecado.

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os ossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” (I João 1.9) Instrua o novo convertido a viver uma vida de comunhão com Deus, livre do pecado.

Como lidar com o PECADO?
Romanos 6.6,11-13
“Considerem-se mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus.”
“Portanto, não permitam que o pecado continue dominando os seus corpos mortais.”
“Não ofereçam os membros do corpo de vocês ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e ofereçam os membros do corpo de vocês a ele, como instrumentos de justiça.”

1. Reconheça o pecado em sua vida. Concorde com Deus que aquilo que Ele nos revelou como pecado é pecado;
2. Arrependa-se. O pecado é grave e causa separação entre Deus e o homem/morte espiritual). Arrependimento que é uma mudança de pensamento/atitude que resultará numa mudança de ação;
3. Confesse seus pecados. Tanto a Deus (para ser perdoado), quanto ao próximo (para ser curado);
4. Abandone o pecado de uma maneira definitiva. O pecado não deve ser pratica em nossas vidas e sim um acidente. Quando é cometido, imediatamente reconhecemos, arrependemos, confessamos e abandonamos.

Como lidar com a TENTAÇÃO?
“Digo porem: andai no Espírito e jamais satisfareis a vontade da carne” (Gálatas 5.16)
“Porque se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas se pelo Espírito mortificardes os feitos do corpo, vivereis” (Romanos 8.13).
O pecado começa com uma tentação e a melhor hora de lidar com a tentação é no momento que ela aparece. Quanto mais demora a agir, mais difícil de resistir.
A Bíblia nos ensina a melhor maneira de lidar com a tentação: FUJA!
- Não devemos dar lugar ao Diabo (Efésios 4.27) Devemos evitar ambientes atraentes ao pecado.
Quando não evitamos o “ambiente” estamos dando lugar ao Diabo e assim caímos em tentação com mais facilidade.
- Sempre existe um escape para a tentação (I Coríntios 10.13).

Fonte: Estudos extraídos da série de consolidação da Igreja Batista Central de Belo Horizonte
Site: www.davidquinlan.com.br

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Nasci para Honrar.



Nasci para Honrar - Música do Pregador Luo para Kaká

A biografia do menino franzino que nasceu no Gama, cidade-satélite de Brasília, e se destacou no futebol do São Paulo agora é música. E o autor de "Nasci para honrar", o rapper gospel Pregador Luo se orgulha de poder homenagear o camisa 10 da seleção.

A música foi divulgada por Kaká em seu twitter. "Queria agradecer o @pregadorluo que compôs uma musica para mim. Em 2 versões! As músicas ficaram demais! Valeu Luo. Deus abençoe", escreveu o craque.
Luciano dos Santos Souza, o Pregador Luo, ficou famoso quando integrava o grupo Apocalipse 16. Seus primeiros trabalhos solo foram com esportistas. O principal deles, “Música de Guerra”, foi feito em 2008 a pedido de alguns lutadores de vale-tudo. Luo disse que foi o volante Zé Roberto quem levou seu trabalho para o meio do futebol. Ele inclusive sugeriu que fosse feito um álbum só para os jogadores, mas este ainda não foi feito.
Confira a letra da música Nasci para honrar:

Luca e Carol me iluminam e aquecem como raios de sol
Enriquecem minha vida, inspiram meu futebol
Me direcionam para o gol e creio que sou

O homem que nasceu pra honrar o seu Deus, o seu time, a sua camisa
Ele ama sua pátria, ama sua família, decide a partida, enlouquece a torcida

É o goleador, é o defensor
Joga por amor e entra pra ganhar
Ê ô, isso é Kaká
Seu nome é Kaká, tudo isso é Kaká

Eu nasci pra brilhar, vim aqui pra ganhar
Eu ataco, eu defendo, eu marco, eu arrebento
Louvo a Deus com o meu talento, dentro do campo dou 100%
Eu arranco como o mais rápido, concentrado, sempre ligado
Sou o meio-campista que aterroriza, que é dureza, não ameniza
Tô nessa briga, honro a camisa porque sou guerreiro
Essa é a minha essência, essa é a minha ginga, eu sou brasileiro

Tenho garra e poder de decisão
Sou a Bola de Ouro sou campeão

O homem que nasceu pra honrar o seu Deus, o seu time, a sua camisa
Ele ama sua pátria, ama sua família, decide a partida, enlouquece a torcida

É o goleador, é o defensor
Joga por amor e entra pra ganhar
Ê ô, isso é Kaká
Seu nome é Kaká, tudo isso é Kaká

Veja só que mundo louco, como é a vida
Eu era um moleque pequeno que não crescia
Chorava pra caramba na minha infância
Mas meu potencial de jogo todo mundo via
A mãe em todo treino sempre ouvia
'Dona Simone, o Ricardo tem talento
Só que infelizmente ainda não chegou o tempo'
Mas eu não me rendo, continuava crendo
Acreditei nas coisas que eu nem vi
Pois eu sabia que um dia elas iriam existir
Não me entreguei, em Jesus esperei, superei

Deixei pra trás o meu problema ósseo
Eu sei que teve a mão de Deus nesse negócio
Os anos passaram, muitas bolas rolaram
E eu cresci, os gramados me chamavam e eu tinha de ir
Eram mais um entre tantos que sonhavam em ser Raí
Meu tempo chegou, não vou desperdiçar
Me tornei profissional, contratado do São Paulo

Agora o mundo me quer, minha estrela sentiu
De Sampa pro Milan, homem forte do Milan
Da Itália para a Espanha de forma sensacional
Numero uno del mundo
Detonando no Real
Títulos, glória, realização
Número um do mundo, titular da seleção

O homem que nasceu pra honrar o seu Deus, o seu time, a sua camisa
Ele ama sua pátria, ama sua família, decide a partida, enlouquece a torcida

É o goleador, é o defensor
Joga por amor e entra pra ganhar
Ê ô, isso é Kaká
Seu nome é Kaká, tudo isso é Kaká

Integridade e caráter estampados no rosto
Passou de pai pra filho, é herança do seu Bosco
Meus pais, meus heróis, minha base o meu chão
Quanta lembrança boa junto com o meu irmão
Jogava bola dentro de casa, na sala, em cima de um colchão
Só que a cena era outra dentro da concentração
Encontrei meninos pobres vindos de outros estados
Que ficavam alojados em precárias condições
Várias histórias, muitas situações
Volta e meia eu convidava para ir pra minha casa
Matar fome com um rango que a família preparava
Infelizmente muitos deles não tiveram sucesso
Mas nas minhas orações constantemente eu peço
Pra ficar firme na rocha, jogar bem, representar

Exemplo pra quem quiser se espelhar
Um monte de gols para a molecada se inspirar

Fonte: Globo Esporte
Mais informações de Pregador Luo no .gospel

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Somos apenas um sopro.


Salmos cap 62, vs 8 e 9.

Parece até estranho Davi dizer: Nós humanos somos como sopro; nenhum de nós na verdade é grande coisa. Afinal de contas quando era um adolescente ele matou o gigante Golias com uma funda! E depois ele liderou o exército de Israel, batalha após batalha, para derrotar os filisteus. Ele tornou-se o mais notável guerreiro e rei da história de Israel.

Mas Davi sabia que tudo que tinha feito era nada comparado a Deus. Ele compreendeu como Deus é imenso.
Veja o Salmo 62.11-12, Davi nos diz que ele ouviu Deus dizer duas coisas. Que o poder é dele e o amor também.
Quando uma pessoal começa realmente a entender (em seu coração) o quanto o Senhor é poderoso e amoroso, é impossível tornar-se petulante ou convencido. Quando você começa a ver a si mesmo como você realmente é diante do Senhor, você fica espantado ao ver o quanto ele é sensacional e o quanto você é pequeno.

Deus usa pessoas pequenas. Ele usa gente humilde - pessoas que estão vendo o quanto elas são pequenas comparadas a ele.
Deus não quer que nós andemos por aí achando que estamos sujos. Deus quer que nós andemos por aí pensando como Ele é imenso.

Igreja Virtual Servos de Deus


Não diga ao seu Deus o tamanho do seu problema, mas diga ao seu problema o tamanho do seu Deus!
Deus abençoe!

Gilson Lima
Simplesmente um Adorador.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Pequena Biografia - Alda Célia


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Alda Célia Cavagnaro nasceu em 4 de março de 1964 em uma fazenda situada em Orizona (Goiás), filha de Jaime Caixeta e Coraci Caixeta (pastores da Igreja de Cristo em São Miguel do Araguaia).
É pastora da Igreja Sara Nossa Terra, cantora e compositora de música gospel.
O ministério de Alda começou em Goiânia quando ainda criança. Ela foi descoberta por um casal de missionários norte-americanos que a ensinou a tocar teclado e teoria musical, já que mesmo pequena já estava envolvida com o louvor. Ainda adolescente, dirigiu corais e começou a compor. Aos 23 anos, na Comunidade Cristã de Goiânia, se tornou ministra de louvor e ajudou a fundar o Ministério Koinonya – só saindo com a transferência do grupo para Brasília. E também começou a desenvolver ministério solo paralelamente.
Alda Célia já recebeu grandes prêmios como: Revelação Feminina, Melhor Cantora, Melhor Composição, e 3 cds de Ouro.
Suas canções fazem parte do repertório de várias igrejas evangélicas do Brasil.
Atualmente ela faz parte do cast do grupo MK de Comunicação, mas já passou pela gravadora Line Records, Fonte da Vida e gravou independente.
Tem como autoria também o livro Zeronaldo uma História de Valor (pela Editora MK)
Uma de suas composições mais conhecida é Deus do Impossível que além de ser gravada por ela mesma também já foi gravada por Aline Barros e por Marina de Oliveira.
Seu mais recente trabalho foi lançado o ano passado, o cd Canções do Espírito.
Um de seus maiores sucessos é a canção Voar Como a Águia.

www.aldacelia.com.br

Será que somos cegos?


Às vezes me pergunto se somos cegos. Afinal somos cegos ou não? Se você conhece alguém que tenha deixado de sorrir, que tenha se trancado em um quarto, que tenha demonstrado sinais de revolta ou depressão e você não fez nada para mudar. Então você é cego. Mas não se assuste! Há cura. Ainda há tempo pra dizer um bom dia, uma boa noite, um oi, ou melhor: converse com ela. Faça um teste com você mesmo, começando a se perguntar quantas pessoas nestes últimos dias você fez alguém sorrir. Se a resposta for pelo menos uma. Que bom! Você não é cego. Mas se você buscou e não achou quem riu com uma gentileza sua. Desculpe, mas a tua pouca visão está comprometida. Comece a praticar bons modos, diga boas frases mesmo que elas sejam de um livro, um filme, mas as diga. Há uma mesma comprovação em diversos estudos. Uma boa palavra alegra o dia, um dia feliz alegra a vida e uma vida feliz alegra o espírito. Observe as coisas e principalmente os detalhes. Fazendo isto, você fará grandes descobertas e aprenderá que as pessoas são bem mais interessantes.

Autor
Marcos Balfovo

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Vidas em eclipse!


"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não são do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre" - (1 João 2:15-17).

Por Vilson Ferro Martins - www.vozdotrono.com.br

Você sabe o que os filmes da saga "Crepúsculo" (Crepúsculo, Lua Nova, Eclipse, amanhecer) e outros do gênero tem em comum? Satanismo em pequena e sutil quantidade de maneira que muitos sejam infectados e se tornem "viciados" sempre havidos por consumir a "próxima dose". Entretanto, como bem sabemos, assim como o corpo sempre clama por uma dose maior, a alma age de forma semelhante sempre clamando por mais e mais e mais...

Se você tem ido aos cinemas ou locado esses filmes e/ou outros semelhantes (ou pior, comprado DVD pirata)? Então tem contribuído financeiramente de modo satisfatório para o fortalecimento do satanismo na sociedade e êxito desse tipo de empreendimento. Existem pessoas que não sabem por que vão mal nas finanças, mas, por um lado se dizem cristãos e por outro lado são indiretamente financiadores de tais projetos. (1 Reis 18:21 e Isaías 42:8). Tantas foram às vezes que endureceram o coração para contribuir com o Evangelho que agora não sentem o mínimo do constrangimento em aplicar seu dinheiro no "lado negro da força".

E então? Então começamos a presenciar atônitos os resultados desse empreendimento, ou seja, ao fazer uma sondagem encontram-se adolescentes e jovens apaixonados pelo vampiro bonzinho que é muito legal e não faz mal a ninguém... Até se apaixonou por uma garota e a leva para passear na sua cacunda, etc. e tal. E quando digo adolescentes e jovens, dentre eles se encontram os freqüentadores de igrejas evangélicas. (Aliás, particularmente creio que são os mais visados).

Ora, é óbvio o que se encontra em processo - a inversão de valores. É o "yin-yang" principal símbolo do Taoísmo que de certa maneira prega a seguinte filosofia: "Todo mal possui um pouco de bom e todo bom possui um pouco de mal". Há um esforço concentrado para mostrar que o "inimigo" é bom, que ele ajuda os fracos e se levanta em prol do oprimido e que bem lá no fundinho ele quer ser bom e fazer o bem, mas "Lhe" tiraram essa condição...

Tudo isso não passa de pura mudança de valores que, como água mole em pedra dura está "pingando" e "pingando" nas mentes incautas, assim os valores são dia a dia implodidos. Ora se o "vampiro" que é a personificação do mal é bom, segue-se que o mal é bom e o bom é mal; as trevas são luz e a luz é trevas; o certo é errado e o errado é certo; o santo é profano e o profano é santo. "E ao meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o impuro e o puro" - Ezequiel 44:23.

Finalizando...

Nosso irmão Judas bem que empreendeu esforços para escrever sobre "SALVAÇÃO", mas, quando percebeu a necessidade de exortar para que se batalhasse pela fé que uma vez foi dada aos santos, não poupou esforços...pois havia detectado um classe de pessoas que estava bem longe da luz do Senhor e que nos rendeu o seguinte comentário a respeito deles: "Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos...Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas".

Não nos enganemos, a função do inimigo de nossas almas continua sendo roubar, matar e destruir... Portanto, se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele...

Editado por:

Gilson Lima
Simplesmente Adorador

Por que Deus permite tanta atrocidade no mundo?


Porque Deus existe essas coisas acontecem. Explico: o que a Bíblia diz? Que Deus criou o homem e quis dar a ele tudo o que havia de bom e de melhor. Pergunto: o homem quis? Não, o ser humano quis ser dono de seu destino, quis ser conhecedor do bem e do mal, quis mandar no próprio nariz.

Tudo o que vemos ao redor nada mais é do que a confirmação de que Deus estava certo e o homem estava errado quando Deus disse "se dela (do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal) comerdes, morrereis". Toda a maldade do mundo é prova de que Deus estava certo e o homem errado.

O resto da história você conhece, ou seja, de como Deus providenciou uma saída para aquele que crê poder ser salvo e ter seu lugar garantido no céu. Enquanto isso o mundo continuará jazendo no maligno, sob o domínio de seu príncipe que é o diabo, e toda sorte de atrocidades continuará a ser cometida.

O que se poderia esperar de um mundo que, quando o Filho de Deus desceu aqui na forma humana, o pregou numa cruz?

A pergunta não deve ser "Por que Deus permite tanta atrocidade no mundo?", mas "Por que Deus ainda não desistiu de salvar o ser humano?".

Postado por Mario Persona
www.respondi.com.br

terça-feira, 9 de novembro de 2010

O que significa adorar em espirito e em verdade?


O que o Senhor diz à mulher samaritana tem a ver com três grupos de pessoas: os judeus, os samaritanos e aqueles que viriam a adorar a Deus na nova ordem de coisas que estava para ser estabelecida.

"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade". João 4:23-24

A palavra de Deus é a verdade, portanto os judeus que adoravam de acordo com a Palavra de Deus adoravam em verdade. Eles adoravam no lugar correto, que era o templo de Jerusalém, e da maneira correta, que era segundo os preceitos da Lei dada a Moisés. Quando o Senhor curava alguém, mandava que a pessoa se apresentasse aos sacerdotes e fizesse as ofertas conforme mandava a Lei, o que dá a entender que ele reconhecia, não apenas o lugar, que chamava de "casa de meu Pai", mas também a forma como a adoração era conduzida ali e até mesmo a pessoa do sacerdote como autoridade instituída por Deus.

Em Levítico 12:6 dizia que "quando forem cumpridos os dias da sua purificação por filho ou por filha, trará um cordeiro de um ano por holocausto, e um pombinho ou uma rola para expiação do pecado, diante da porta da tenda da congregação, ao sacerdote". Quando ele nasceu, seus pais o levaram ao templo "para darem a oferta segundo o disposto na lei do Senhor: Um par de rolas ou dois pombinhos".

Lucas 2:24 não faz menção do cordeiro, provavelmente por José e Maria não terem condições para tanto (Levítico 12:8 "Mas, se em sua mão não houver recursos para um cordeiro, então tomará duas rolas, ou dois pombinhos, um para o holocausto e outro para a propiciação do pecado; assim o sacerdote por ela fará expiação, e será limpa". Além disso José e Maria seguiram os outros rituais da Lei, como a circuncisão do menino Jesus e os dias de purificação de Maria por 40 dias após o parto. Resumindo, Jesus era um judeu, de família de judeus, seguindo e reconhecendo a Lei judaica e sua forma de adoração.

Até então estava valendo isso, e a própria samaritana testifica que, segundo os judeus, o lugar de adoração era Jerusalém. Que Deus havia estabelecido um único lugar para adoração, isto pode ser visto em Deuteronômio 12 antes mesmo de indicar o lugar físico, que viria a ser Jerusalém, o mesmo onde Abraão levou o seu filho para ser sacrificado, onde Salomão construiu o templo e onde Jesus foi crucificado (ainda que fora dos portões).

Os judeus adoravam, portanto, em verdade, isto é, segundo a Palavra de Deus. Porém não se pode dizer que adorassem em espírito, já que, primeiro, não tinham o Espírito Santo habitando em si e, segundo, o próprio Senhor testemunhou, citando Isaías 29:13, que aquele povo adorava a Deus com a boca, mas seu coração estava longe de Deus (Mt 15:8 e Mc 7:6).

Os samaritanos, por sua vez, não adoravam nem em espírito, nem em verdade, já que tinham inventado para si mesmos o seu jeito de adorar, o qual não era segundo a verdade encontrada na Palavra de Deus. Até o lugar era diferente, e até hoje eles adoram em Gerizim.

Mas o Senhor anunciou um tempo em que não seria mais Jerusalém (e muito menos Samaria) o lugar onde se devia adorar, mas em espírito e em verdade. Hoje um salvo por Cristo pode adorar em espírito, porém se a sua adoração não estiver de acordo com a Palavra de Deus ele não estará adorando em verdade. O único documento que temos mostrando a vontade de Deus quanto à adoração cristã são as epístolas dos apóstolos. Se voltarmos a adotar o local e as práticas judaicas do Antigo Testamento, já não estaremos adorando em verdade, pois não vemos tal coisa na adoração cristã nas epístolas.

Hoje o que se vê na cristandade é uma mescla de preceitos no Novo Testamento com práticas do Antigo Testamento, além do acréscimo de idéias estranhas a uma e outra dispensação. Não se pode dizer que um cristão que acredite que Jerusalém seja o lugar onde deve adorar esteja adorando em verdade segundo a nova ordem de coisas que o Senhor anunciou.

O mesmo se pode dizer de adorar em um local chamado de "templo". Até mesmo pelos preceitos do Antigo Testamento seria uma abominação construir um templo em qualquer lugar que não fosse Jerusalém, e pelas epístolas aprendemos que o templo agora não é um lugar de pedras, mas o conjunto dos cristãos, ou a Igreja, e o próprio crente, individualmente.

Somando tudo o que víamos na adoração judaica, como templo, clero, cantores e músicos profissionais, incenso, vestes e instrumentos cerimoniais, dízimos, altar etc., qualquer agrupamento de cristãos que inclua em sua adoração esses elementos não está adorando segundo a verdade da Palavra de Deus encontrada na doutrina dos apóstolos.

Você perguntou ainda sobre "o ministério da dança", e eu pergunto: pode encontrar isso na adoração da Igreja conforme é revelada na doutrina dos apóstolos? Quando não adoramos em espírito e em verdade em conformidade com a Palavra de Deus dada à Igreja, corremos o risco de recriar uma adoração judaica ou agirmos como os samaritanos. Deus não reconhece nem uma coisa, nem outra, como uma adoração em espírito e em verdade, caso contrário Jesus não teria dito, quando ainda existia uma adoração judaica: "Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade" João 4:23

Postado por Mario Persona
www.respondi.com.br

O JUSTO E O ÍMPIO.


Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não o serve (Malaquias 3.18).

O nosso Deus não falou nada por acaso. Ele deseja abençoar-nos para que todos vejam a diferença entre Seus servos e os ímpios. Então, se não houve mudança em nosso viver, algo está errado, pois Ele quer que todos vejam a diferença em nós.

Aqueles que se entregam a Cristo descobrem que o Senhor também é por eles. Por isso, não podemos dizer que somos dEle e, em contrapartida, sujeitar-nos ao sofrimento, à miséria e aos demais problemas. A verdade é que, se somos justos, somos tratados como tais. Por essa razão, não podemos aceitar o tratamento de infiéis, se estamos cumprindo à risca a vontade divina.

Quando o Altíssimo nos chamou para pertencermos à Verdade, Ele quis fazer de nós Seus filhos. Será que, como Pai, só está interessado em nos levar para o Céu? Nossa vida aqui na terra pouco importa para Ele? Por que, no passado, o Todo-Poderoso supria as necessidades dos israelitas, que eram Seu povo, e, hoje, parece não fazer o mesmo com os cristãos? Essas perguntas merecem respostas bíblicas, as quais irão fortalecer-nos para assumirmos a nossa posição em Cristo e sairmos do sofrimento.

Os filhos de Deus têm de aprender que Ele deseja que haja uma diferença entre nós e os que não Lhe servem. Como, afinal, o perdido que jamais conheceu a Verdade crerá no Evangelho, se este só promete uma vida abençoada no futuro? Ele crerá que o Altíssimo quer mudar-lhe a vida se nós, que já pertencemos ao Senhor, não passarmos por tal transformação? O modo como vivemos deve ser uma carta viva que os ímpios lerão e da qual irão maravilhar-se (2 Coríntios 3.3).

Qualquer pessoa que se render totalmente a Jesus descobrirá que Ele já Se entregou completamente a ela. Deus fará o que for necessário para abençoar os Seus. Na verdade, Ele nem precisa fazer mais nada em nosso favor. Se tão-somente entendermos o que Sua Palavra nos diz e Lhe obedecermos, o poder divino operará em prol da nossa vida. Não há – nem haverá – uma só vez que o Pai deixe Seus desamparados. Se nos agradarmos dEle, até os desejos do nosso coração serão supridos (Salmo 37.4).

Quem declara ser do Senhor não pode deixar que o inimigo o aflija, pois, como Cristo curou enfermos e libertou os oprimidos durante Seu ministério terreno, Ele faz o mesmo hoje. Portanto, seja forte agora, dirija-se ao mal que está assolando sua vida, chame-o pelo nome e mande-o sair! Não sofra nem mais um minuto. Repreenda o maligno e exija que ele deixe sua vida agora mesmo. Faça a diferença!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

DOAÇÃO


Como se tornar um doador de órgãos?

O passo principal para se tornar um doador é conversar com a família e deixar bem claro o desejo. Não é necessário deixar nada por escrito. Porém, os familiares devem se comprometer a autorizar a doação por escrito após a morte. A doação de órgãos é um ato pelo qual manifestamos a vontade de que, a partir do momento da constatação da morte encefálica, uma ou mais partes do nosso corpo (órgãos ou tecidos), em condições de serem aproveitadas para transplante, possam ajudar outras pessoas.

O que é morte encefálica?
É a morte do cérebro, incluindo tronco cerebral que desempenha funções vitais como o controle da respiração. Quando isso ocorre, a parada cardíaca é inevitável. Embora ainda haja batimentos cardíacos, a pessoa com morte cerebral não pode respirar sem os aparelhos e o coração não baterá por mais de algumas poucas horas. Por isso, a morte encefálica já caracteriza a morte do indivíduo. Todo o processo pode ser acompanhado por um médico de confiança da família do doador. é fundamental que os órgãos sejam aproveitados para a doação enquanto ainda há circulação sangüínea irrigando-os, ou seja, antes que o coração deixe de bater e os aparelhos não possam mais manter a respiração do paciente. Mas se o coração parar, só poderão ser doadas as córneas.

O que diz a Lei brasileira de transplante atualmente?
Lei que dispõe sobre a remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante é a Lei 9.434, de 04 de fevereiro de 1997, posteriormente alterada pela Lei nº 10.211, de 23 de março de 2001, que substituiu a doação presumida pelo consentimento informado do desejo de doar. Segundo a nova Lei, as manifestações de vontade à doação de tecidos, órgãos e partes do corpo humano, após a morte, que constavam na Carteira de Identidade Civil e na Carteira Nacional de Habilitação, perderam sua validade a partir do dia 22 de dezembro de 2000. Isto significa que, hoje, a retirada de órgãos/tecidos de pessoas falecidas para a realização de transplante depende da autorização da família. Sendo assim, é muito importante que uma pessoa, que deseja após a sua morte, ser uma doadora de órgãos e tecidos comunique à sua família sobre o seu desejo, para que a mesma autorize a doação no momento oportuno.

Qualquer pessoa pode doar órgãos. Nenhuma religião é contra a doação. Pelo contrário, toda religião apóia o amor aos outros, que inclui o ato de doar-se. Para um transplante de órgãos, só importa a compatibilidade entre você e as várias pessoas que esperam um coração, um pulmão, um rim. Uma vida.

Para mais informações, acesse: http://www.adote.org.br

ADOTE – Aliança Brasileira Pela Doação de Órgãos e Tecidos.


Doação de sangue: condições para ser doador de sangue
Condições pessoais do doador: Os doadores devem ter entre 18 e 65 anos, bom estado de saúde, não sofrer nem haver tido doenças infecciosas como:

HIV
Chagas
Hepatite
Sífilis
Resfriado ou gripe (no momento da doação)
Sintomas de alergia (no momento da doação).
Risco do exame: nenhum; utilizam-se sempre materiais estéreis e que sejam descartáveis.

Tempo gasto pelo doador: A extração dura uns dez a quinze minutos.

Dificuldades após a doação: Após doar sangue, o organismo substitui o plasma (volume) em mais ou menos 36 horas e os restantes componentes do sangue em umas três semanas.

Pode-se doar sangue de três a quatro vezes por ano. A doação não é perigosa. O organismo fabrica sangue permanentemente.

Preparação prévia: antes da extração deve-se tomar um café da manhã leve, sem gorduras. Após a doação de sangue, convém descansar cinco a dez minutos, beber um suco, ou comer algo doce. Não fumar, por pelo menos uma hora antes e também não usar bebidas alcoólicas, nas cinco horas prévias a transfusão.

Benefícios: existe uma probabilidade de uns 20%, de que cada ser humano, tenha necessidade de receber uma transfusão de sangue, durante sua vida.

Grupos sanguíneos menos frequentes: entre os grupos sanguíneos, o fator O, RH negativo, é o mais difícil de encontrar. Entre sessenta e setenta por cento das pessoas são RH positivo.

Para mais informações procure um Hemocentro mais próximo de sua residência.

Amar ao próximo como a si mesmo, foi o que disse àquele que doou tudo o que tinha, sua própria vida.

GILSON C LIMA
Simplesmente Adorador

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Quando Jesus Cristo nasceu Ele já estava preparado para a Missão?


Pergunta: Quando Jesus Cristo nasceu Ele já estava preparado para a Missão ou Ele teve um processo antes? Por exemplo: se quando ele era criança ou adolescente Ele já sabia o tamanho do seu Poder?

Resposta: Vamos navegar na Bíblia ...
Evangelho de Lucas 2:40, diz:
" E o menino crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele."

Lucas 2:46, 47, 48, diz:
" E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas. E quando o viram, maravilharam-se, e disse dua mãe: Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos. "

Lucas 2:49, diz:
" E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai? "

Lucas 2:50, 51 e 52, diz:
" E eles não compreenderam as palavras que lhes dizia. E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito. E sua mãe guardava no seu coração todas estas coisas. E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens. "

Quando lia a questão apresentada esse texto da Bíblia manifestou no meu entendimento e, assim, nele, irei manifestar o que da parte de Deus virá:

A Palavra de Deus diz que em todo o tempo Jesus era obediente aos pais, era submisso.
Neste fato acima transcrito da Bíblia vemos um momento quando o menino Jesus deliberadamente desgarrou dos pais e foi para um local "certo" - o Templo.

Com a idade de 12 anos, no meio dos sábios e doutores a voz da criança começou ser conhecida.

Uma criança diferente, que resplandecia sabedoria original e que sabia conversar e argumentar.

Quem é essa criança?

Criança que é submissa aos pais em toda educação e criação, humilde e simples, mas, que em determinado momento, ouve-se da sua boca, de modo simples e objetivo, firme, com autoridade, como alguém que sabe o que diz, sem dúvida e sem chance para divagações, uma frase que somente pode ser manifestada com conhecimento de causa.
Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

Uma criança que foi gerada pelo Espírito de Deus na terra, nascendo em corpo carnal, mas, com essência celestial, deixou a glória para habitar entre os homens - Aleluias!

O Pai ama o Filho e o Filho ama o Pai.
O Pai conhece o Filho e o Filho conhece o Pai.
O Pai fala com o Filho, o Filho fala com o Pai.

O Filho já adulto diz: " Saí do Pai e vim ao mundo ..." João 16:28

Ao entendimento vem: Todo aquele que é nascido de Deus imita Cristo.

Aqueles que verdadeiramente nascem de novo pelo poder de Deus, gerados pelo Espírito Santo de Deus iniciam um crescimento para Deus e assim como tantos personagens na Bíblia e, acima de todos o Senhor Jesus, foram conduzidos para essa vida de plena dependência e amor real ao Pai de toda a glória.

Olhamos para os patriarcas, os sacerdotes, os reis, os profetas, os apóstolos e todos os demais que viveram / vivem para Deus e, suas vidas nesta terra foram identificadas pela obra de Deus neles, fazendo a vontade de Deus.

Quem nasce de Deus sempre conversa com o Pai e deseja somente agradar o Pai, o mundo não tem mais autoridade e poder sobre um filho de Deus. Satanás (o espírito do mundo) não exerce influência em filho de Deus.

Assim, do nascimento ao crescimento, ao Filho, o Pai revelava progressivamente todas as coisas.
Tudo o que o Pai tem entregou ao Filho e ao Filho o Pai fala todas as coisas.

Excepcionalmente, veio na lembrança, e irei usar uma frase de um diálogo de um filme que Deus usou para falar de verdades espirituais. São formas de Deus falar comigo.

Foi no filme Speed Racer, no diálogo entre o Speed e seu irmão Rex Racer. Rex Racer diz :
" Você não entra em um T-180 (carro de corrida) para ser um piloto, mas, porque é um piloto. "

Com 12 anos o menino Jesus diz: Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

E, mais tarde, esse menino Jesus, já adulto diz em Lucas 4:21:
Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos.

Paz ao seu coração ...

www.blues.lord.nom.br
presbítero sergiolbrandão

Informativo do Site BLUES TO THE LORD - CHURCH

Pequena Biografia - Adhemar de Campos


Adhemar de Campos é pastor, cantor, músico e compositor brasileiro de música evangélica. A história do pastor confunde-se com história da música gospel no Brasil, tanto que na década de 1970 era um dos únicos produtores de cânticos evangélicos com grande projeção. Suas músicas e versões marcaram a música gospel brasileira, recentemente foi homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo por seu trabalho musical. O músico é idealizador do seminário Reciclando a Visão, fundador da Associação dos Músicos Cristãos do Brasil e autor de diversos livros.
Atua hoje na igreja-sede da Comunidade da Graça em Vila Carrão, bairro da cidade de São Paulo. Adhemar é vice-presidente da AMC (Associação de Músicos Cristãos do Brasil), autor de aproximadamente 500 canções e também versionista de mais de 100 músicas de origens norte-americanas e línguas hispânicas, cantadas por expoentes da música evangélica como Don Moen, Ron Kenoly, Bob Fits, Paul Wilbur (Estados Unidos), Marcos Witt (México) e Jorge Losano (Argentina).
A influência de Adhemar de Campos extrapola o meio evangélico. O Padre Marcelo Rossi chegou a regravar "Nosso General", em 2002
Nascido no ano de 1977, em Ipiranga, cidade de São Paulo-SP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
http://www.adhemardecampos.com.br/

CONHEÇA A SUA MISSÃO


Porque aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão, esse operou também em mim com eficácia para com os gentios (Gálatas 2.8).

O Senhor mesmo é quem cumprirá cada missão para a qual Ele nos enviar. Ele tem vários planos para Seus filhos, por isso, o correto é entender onde e como Ele quer que realizemos Sua obra, e o mais Ele fará. Quem escolhe ir por conta própria trabalha sozinho. No entanto, aquele que é enviado pelo Altíssimo irá tê-lO não como parceiro, mas como realizador da Sua vontade. A Pedro, por exemplo, ele tinha destinado a circuncisão; a Paulo, os gentios. A mim e a você Ele tem confiado uma missão também. Então, procure conhecer a sua chamada e cumpra-a, pois quem faz a vontade de Deus vê o Senhor cumprindo as dEle também (Salmo 37.4,5).

O bom de nos propormos a cumprir a obra que o Altíssimo dá é que Ele mesmo irá realizá-la por intermédio de nós. O Senhor precisa de pessoas que se deixem usar por Ele. É o nosso Deus quem abre os olhos dos cegos e os ouvidos dos surdos; é Ele quem solta a língua dos mudos e faz os paralíticos andarem. O Todo-Poderoso nos dá forças para expulsar os demônios e destruir todas as obras do maligno. E nada, absolutamente, causa-nos dano algum (Lucas 10.19).

O Pai tem um propósito para todos os membros de Sua família (Salmo 139.5-16), e Seus planos são os melhores que poderíamos conhecer, pois darão a cada um de nós sucesso aqui nesta vida e, na eternidade, um lucro tremendo. Por isso, deixar de fazer a vontade divina é fracassar em todos os sentidos.

Quem for sábio deve “bater continência” e dizer: “Sim, Senhor!”. Uma vez entendendo o que Deus quer de você, ponha mãos à obra. Em alguns casos, é preciso preparar-se. Em outros, basta lançar-se, que Ele mesmo dará a direção. Mesmo quem se prepara, por exemplo, para o ministério, não deve deixar de seguir as orientações que Ele fornecerá. O segredo é fazer como Ele nos ensina.

Quem se propõe a realizar a vontade divina, mas não espera Suas diretrizes trabalha sozinho e nada produz (Provérbios 19.2; 20.25; João 15.5). Aliás, deixar de seguir o traçado do Altíssimo é colaborar com o inimigo. Mas, obedecendo ao Senhor, a pessoa irá tê-lO como realizador da obra.

Para Pedro, coube trabalhar com os da circuncisão; já Paulo foi enviado aos gentios. No entanto, se tivessem trocado os papéis, não teriam obtido sucesso. Deus nos delega diferentes tarefas, por causa da nossa personalidade e da capacidade de ouvirmos Sua voz e atendermos ao Seu chamado.

Entenda qual é a sua área de atuação e confie no Todo-Poderoso. Dessa forma, Ele irá realizar-Se em você, pois ser um fiel cumpridor da vontade divina é um segredo que deixará o Pai feliz.

Em Cristo, como amor,

R. R. Soares

sábado, 6 de novembro de 2010

DEUS, ele não faz diferença entre pessoas.


Fiquei pensando essa semana sobre o quanto somos falhos sobre nossa acepção no tocante ao próximo. Pelo menos, eu sou! E fico entristecido quando, olhando ao meu redor, percebo que sempre estou escolhendo em preferência alguém em detrimento de outrem. Principalmente, e o que mais me incomoda nisso, eu sendo um cristão não deveria fazer acepção, ou diferença entre pessoas, tal como Deus não o faz.

Isso muito me incomoda. O quanto somos rápidos em determinar os padrões, os estilos em que os outros se enquadram. Quando julgamos feio ou bonito, certo ou errado. E não o fazemos por que queremos ajudar as pessoas a crescerem ou mudarem, pois não bastasse as pessoas que nos rodeiam, amigos e familiares que são frequentemente alvos ocultos de nossas acepções, também agimos assim tanto menos oculto com os alheios. Sim, com pessoas que não sabemos o nome, não conhecemos, não vamos rever jamais, alvos móveis de nossa acepção.

Um dos significados da palavra acepção é significação e interpretação. Também podendo significar escolha e preferência. Em ambos os significados tem pesos nas nossas atitudes. Primeiro, por que teimamos em interpretar, ou compreender e dar sentido para a vida dos outros. É engraçado como quando vimos alguém com uma roupa incomum, ou que não “bate” com aquilo que aceitamos como adequado, tencionamos interpretá-la ou dar-lhe significado ou rótulo de brega ou de “nossa que pessoas mais feias”. Determinamos o sentido da vida daquela pessoa por uma má interpretação baseado na minha concepção de certo ou errado, feio ou bonito. Ou nas predeterminações vazias e mercadológicas.

Ok! Até aqui está tudo bem. Não quero ser o chato que vai ficar implicando com as pessoas por tecerem seus maliciosos comentários da vida alheia ou não. Mas eu acho que essas coisas podem ser perigosas e creio que sim, pelo segundo significado da palavra. Muitas das vezes, diante da nossa interpretação ou significação do outro, nós nos colocamos na situação de escolher ou preferir as pessoas. Como se pessoas que se vestem com roupas de marca, ou com certo tipo de cores, ou certo estilo, pudessem ser mais bem aceitas por nós. E nessas proposições, acabamos por aceitar as pessoas somente quando elas corroboram nossos ideais. Ou melhor, dizendo, com quem temos afinidades. Quando essa ou aquela não fere os nossos parâmetros de beleza, de educação, de inteligência. Não nos rebaixa ou mancha nossa reputação. Não nos torna impróprios.

Percebe como pode ser perigoso. Como podemos entrar num círculo de análise das pessoas, de interpretação e significação das pessoas, de acepção, e aceitação conforme nossa escolha e preferência. De acordo com nossos parâmetros medíocres, individualista. Percebe que, muitas vezes nós, como cristãos, fazemos esses tipos de acepções com qualquer um que esteja ao nosso redor?

Estava lendo acerca da época em que Paulo escreveu esse versículo. “Deus não faz diferença ou acepção entre pessoas.”, numa cultura onde, os religiosos da época, menosprezavam as mulheres, pois elas eram semi-humanas (como se, ser humano fosse ser homem simplesmente), menosprezam os estrangeiros que eram considerados menos que uma besta de carga, e os escravos eram considerados como animais, como um jumento. E Paulo afirmava que o evangelho radical não fazia separações entre pessoas. Que Deus havia criado a humanidade, macho e fêmea, a sua imagem e semelhança. A todos os seres humanos. Razão pelo qual todos os seres humanos são dotados de dignidade e valor.

Se Deus, jamais fez acepção, deu preferência, escolheu um sobre o outro, jamais diferenciou um ser humano do outro, por que eu vou ficar preconceituoso acerca do próximo por questões tão frívolas e banais como estilos, gostos, desejos, escolhas. Simplesmente escolhas diferentes. Como um bom cristão, deveríamos lutar contra qualquer tipo de preconceito.

PRECONCEITO: [(pre- + conceito), s. m.,¹. Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial. ². Opinião desfavorável que não é baseada em dados objetivos. = intolerância.]

Marco Faria
http://www.marcofaria.wordpress.com

O que nos diferencia um dos outros?

A cor? A posição financeira? O credo? O intelecto? Não! Por acaso, a cor do sangue é diferente entre negros e brancos? Qual a cor do leite de uma mãe branca e de uma mãe negra? Veja o exemplo das crianças, que são as mesmas em qualquer lugar do mundo. Elas podem brincar e sorrir, estando em um belo parque e podem ter a mesma alegria, estando em rota de guerra. Elas serão sempre inocentes e livres. Às vezes, paro para observar as pessoas e vejo o quanto elas estão apressadas, correndo contra o tempo, sem entender ao certo o porquê. Há uma forma simples de entender a vida, mas só descobriremos, se começarmos a viver a vida. Já está mais do que na hora de nos despirmos de nossos tabus e compreender de fato as diferenças um dos outros. Pois, a verdadeira beleza da vida, está justamente nas muitas diferenças. Principalmente nas maneiras singulares de cada ser humano.

Marcos Balfovo

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

SOMOS LIVRES PELA MISERICÓRDIA E PELA VERDADE


Ele dos céus enviará seu auxílio e me salvará do desprezo daquele que procurava devorar-me (Selá). Deus enviará a sua misericórdia e a sua verdade (Salmo 57.3).

O Senhor Jesus é o Auxílio referido pelo salmista. Ele veio do Alto para nos salvar do desprezo do inimigo, que tinha como único propósito nos devorar. Cristo é a misericórdia e a verdade de Deus.

Com a queda de Adão, o homem tornou-se refém das forças das trevas. O diabo nos tinha em suas mãos, e seu propósito era carregar-nos com ele para o suplício eterno, além de nos oprimir de todos os modos possíveis durante nossa estada aqui na Terra. Mas, para os que aceitaram Jesus como Senhor e Salvador, isso já acabou.

Muitos servos de Deus vivem oprimidos pelo medo de que alguma coisa ruim possa acontecer-lhes. Sem saber, dão ao inimigo as condições de cumprir neles seus maus desejos. Porém, quem conhece sua posição em Cristo, ao sentir a aproximação do adversário e de suas forças infernais, usa o Nome de Jesus e, firmemente, repreende toda a opressão. Ao fazer isso, ele vê que os ataques cessam imediatamente.

O inimigo sabia que os seus dias estavam contados quando o nosso Auxílio veio. Quando Cristo morreu em nosso lugar, o príncipe deste mundo foi expulso. Hoje, as forças das trevas não têm mais a capacidade de nos fazer sofrer. Elas podem até tentar, mas, se as repreendermos, cessarão de nos atormentar. No entanto, o cristão que não conhece sua posição em Cristo ou acredita na mentira que o maligno lança sobre ele será atacado, sem dúvida, por uma série de males.

O nosso Socorro já veio do Alto, trazendo-nos o poder de Deus para nos libertar. Tudo o que Ele ensinou e fez foi para que não tivéssemos mais de nos sujeitar ao ataque de Satanás, que continua desejando afligir a nossa vida e nos tragar. O maligno, como um leão que ruge, anda ao nosso derredor, procurando destruir-nos (1 Pedro 5.8). Quem conhece sua posição em Cristo não se abala, mas continua lutando firme, sabendo que o mal jamais irá vencê-lo.

Se você tem vivido longe do plano de Deus, volte para os braços do bom Pastor. Não permita que Satanás o engane com suas mentiras, mas creia que seu Auxílio já veio e fez tudo aquilo que foi necessário para que você ficasse livre das forças das trevas. Reivindique a sua libertação e seja livre agora mesmo. Se não quiser ser mais oprimido pelo poder infernal, viva na misericórdia e na verdade.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

*Mensagem do Missionário R. R. Soares da Igreja Internacional da Graça de Deus.

Investindo na Adoração


Ao aceitarmos o Senhor Jesus como o nosso Salvador, somos agraciados com a condição de Seus adoradores. Porém, não podemos simplesmente ter um título de adoradores, devemos honrar a Deus com a postura de verdadeiros adoradores, pois são esses que o Pai procura (João 4:23).

A verdadeira, sincera, sem disfarces, deve ser uma busca constante de todos que desejam desfrutar a intimidade com Cristo. No tempo de Moisés, Deus enviava do céu o maná, que saciava a fome do Seu povo no deserto. Contudo, esse maná era um suprimento diário, deveria ser consumido todo naquele dia. Se o povo deixasse para o dia seguinte, aquele alimento ficava estragado.

Assim é a busca pela verdadeira adoração: uma prática diária. O povo recebia o maná de Deus, nós também recebemos do Pai o maná da unção de adorador, esta que vem pela intimidade com Ele. Em novo derramar, novidade de vida e de espírito, precisa ser diário para não perdemos o vínculo com o Pai.

Mas quais seriam os passos para alcançar a verdadeira adoração? Alguns passos são de suma importância para agradar o coração de Deus com a verdadeira adoração. Vejamos alguns deles:

Oferecer sempre o melhor. No livro de Gênesis, capítulo 4, dos versos 8 ao 16, é narrado a história de Abel e Caim. A Bíblia diz que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe das primícias do seu rebanho. A oferta de Abel agradou ao Senhor, mas a de Caim, não. De acordo com o texto bíblico, podemos afirmar que Abel ofereceu ao Senhor o seu melhor, enquanto Caim não se preocupou com a excelência da sua oferta. A atitude do coração é o que verdadeiramente importa a Deus. Como tem sido a sua oferta de adoração? Você tem ofertado ao Senhor, como Abel ou como Caim? Para que a nossa adoração chegue até ao Trono de Deus como oferta agradável, havemos de ter uma postura interior de submissão, dependência, humildade e intimidade.

Relacionamento com Deus. Alisando ainda a história de Abel e Caim, podemos tirar outra lição. Caim não tinha relacionamento com Deus, o verdadeiro adorador precisa ter um relacionamento com Deus. Caim, além de não ter oferecido o de melhor para Deus, acabou invejando seu irmão. O nosso coração precisa estar limpo, para termos um relacionamento com Deus e oferecermos a Ele a mais completa adoração.

Adorar a Deus acima das circunstâncias. Davi – maior exemplo de adorador – foi um homem segundo o coração de Deus, pois era compromissado com o Pai. Ele adorava ao Senhor acima das circunstâncias que o cercavam. Davi, assim como qualquer outro ser humano, enfrentou lutas, problemas pessoais, mas nem mesmo nesses momentos de tempestades ele deixou de ser um adorador. Da mesma forma, aquele que deseja desfrutar a íntima adoração com Deus, deve adorá-Lo em toda e qualquer situação. Em momentos de dificuldades muitas pessoas costumam murmurar e até mesmo blasfemar contra Deus. Lembremos do Salmo de Davi que diz: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.” (Salmos 23:4.)

Adorar a Deus por meio da leitura da Palavra. “Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.” (Josué 1:8.) Essa foi a palavra de Deus a Josué. Uma promessa maravilhosa! O Senhor deseja o mesmo para Seus filhos. Que a Palavra de Deus nunca se aparte de nossa boca. Ela é o nosso alimento espiritual.

Orar incessantemente. Daniel foi um homem de oração. Os capítulos 6 e 7 do livro de Daniel narram a trajetória vitoriosa desse homem de Deus, cujo espírito era excelente e não havia sobre ele nenhuma acusação (Dn 6: 3,4). Três vezes ao dia, Daniel se colocava de joelhos para adorar a Deus por meio da oração (Dn 6:10). A fidelidade de Daniel para com Deus o fez vitorioso sobre o seu reino. A Bíblia nos ordena a “orar sem cessar” (Ts 5:17). Como ser um verdadeiro adorador sem orar? Precisamos intensificar nossos momentos de oração com Deus, pois a oração é o vínculo da comunhão com o Pai.

Lábios santos. Isaías viu a glória da santidade de Deus (Is 6: 2-6). Quando isso aconteceu, Isaías reconheceu que era homem de lábios impuros e que habitava no meio de um povo de impuros lábios. Vemos aí a necessidade do verdadeiro adorador ter lábios santos para glorificar e adorar a Deus.

Vimos aqui, alguns exemplos de como ser um verdadeiro adorador. Daniel, Abel, Isaías, Josué, Davi e tantos outros personagens bíblicos foram homens tementes a Deus, que O adoravam em espírito e em verdade. A busca pela verdadeira adoração é uma caminhada longa e constante que o cristão deve percorrer com os olhos em Jesus, pois todos fomos criados para o louvor da glória de Deus (Efésios 1:11-12).

*Desconheço a fonte e sua autoria.

CRENTE DIFERENTE


"Quero ser um crente diferente. Não quero ser conhecido apenas como alguém que "não bebe, não fuma e não joga". Isso é muito pouco. A "geração saúde", que freqüenta as academias e come comida natural, não bebe e não fuma, e nem por isso pode ser chamada de cristã.

Também não me contento em ser chamado de crente por ter um modo diferente de me vestir. Durante muito tempo, no Brasil, a diferença que os crentes queriam mostrar era que eles se vestiam de uma maneira "esquisita", e isso acabou tornando-se motivo de chacota e que em nada engrandecia o Reino. Com certeza, usar uma roupa fora de moda, não faz de ninguém um cristão.

Também não me satisfaço com o modelo "gospel" de crente que há hoje em dia. Broche de Jesus, caneta de Jesus, meias de Jesus. Sabe-se lá onde isso vai chegar. “Tem muita gente ganhando rios de dinheiro com esses cosméticos" para o crente moderno. A grife "JESUS" tem vendido muito. Mas não adianta. Usar toda a parafernália do marketing "gospel" não faz de ninguém um cristão.

Pensei comigo: a moçada evangélica hoje está toda na Internet. E saí à busca de salas de bate-papo de evangélicos. Confesso que tentei inúmeras vezes, mas não consegui. Me adentrava por assuntos importantes e profundos da vida cristã e as respostas eram chavões o tempo todo. Não se pensa, cria ou reflete, só se repete chavão do tipo "glóooooria", "Tá amarrado", "É tremendooo", etc. Definitivamente, repetir chavões a todo o momento não faz de ninguém um cristão.

Quero ser um crente diferente. Que não seja alienado da vida e de seus acontecimentos. Que saiba discutir e entender as questões existenciais, como a dor, a miséria, a sexualidade, a paixão, o amor. Quero ser um crente que não vive acuado, com medo de tudo, vendo o diabo em toda a parte e querendo amarrá-lo a todo momento: Jesus Cristo o derrotou na cruz, ele é um derrotado, e eu não preciso ficar me preocupando com ele 24 horas por dia. Quero ser um crente que saiba falar de tudo e não apenas de religião, e que tenha, em todas as áreas, discernimento e sabedoria. Quero ser um crente que não tenha uma atitude conformista diante do mundo, do tipo: Ah, Deus quis assim....", mas que eu seja um agente de transformação nas mãos de Deus. Que a minha diferença não esteja na roupa, mas na essência: coração bom, olhos bons. Quero ser um crente que cria os filhos com liberdade, apenas corrigindo-lhes, para que cresçam e desabrochem toda a criatividade que Deus lhes deu. Quero ser um crente que vive bem com o seu próximo.

Quero ser reconhecido como um crente pelo que eu "sou" e não por aquilo que "não faço". Quero ser um crente simpático aos outros, agradável, piedoso, que se entristece com a dor do próximo, mas também se alegra com o seu sucesso (já reparou que as pessoas se solidarizam com nossas derrotas, mas poucos manifestam alegria quando vencemos?).

Não quero ter de falar a todo momento que sou crente, para que outros saibam, mas quero viver de tal modo que outros percebam Cristo em mim."

*Desconheço a fonte e a autoria.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

A carta de amor do Pai.


Meu filho,

Tu podes não me conhecer, porém eu sei tudo sobre ti ...Salmos 139:1

Eu sei quando tu te deitas e quando te levantas ...Salmos 139:2

Eu conheço todos os teus caminhos ...Salmos 139:3

Até os cabelos de tua cabeça são contados ...Mateus 10:29-31

Tu fostes feito à minha imagem ....Genesis 1:27

Em mim tu vives e te moves, e tens existido ...Atos 17:28

Por seres tu minha descendência ...Atos 17:28

Eu já te conhecia bem antes de tua concepção ...Jeremias 1:4-5

E te escolhi ainda quando planejava a criação ...Efésios 1:11-12

Tu não és um erro, pois todos os teus dias foram escritos em meu livro ...Salmos 139:15-16

Eu determinei a hora exata de teu nascimento e onde deverias viver ...Atos 17:26

Tu fostes feito de forma admirável e maravilhosa ...Salmos 139:4

Eu te formei no ventre de tua mãe ...Salmos 139:13

E te tirei do ventre de tua mãe no dia em que nascestes ...Salmos 71:6

Eu tenho sido mal interpretado por aqueles que não me conhecem ...João 8:41-44

Eu não me encontro distante nem estou furioso, porém sou a completa expressão de amor ...João 4:16

E é meu desejo gastar meu amor em ti, simplesmente porque és meu filho, e eu teu Pai ...1 João 3:1

Eu te ofereço mais que teu pai terrestre jamais poderia oferecer ...Mateus 7:11

Pois sou Eu, o Pai Perfeito ...Mateus 5:48

Cada bom presente que recebes vem de minha mão ...Tiago 1:17

Pois sou aquele que provê e supre todas as tuas necessidades ...Mateus 6:31-33

Meu plano para teu futuro foi, desde sempre, preenchido com esperança ...Jeremias 29:11

Pois Eu te amo com todo eterno amor ...Jeremias 31:3

Meus pensamentos para contigo são incontáveis, como a areia da praia ...Salmos 139:17-18

E Eu me regojizo contigo em canções ...Sofonias 3:17

Eu nunca irei parar de te fazer o bem ...Jeremias 32:40

Pois és propriedade de meu tesouro ...Êxodo 19:5

Eu desejo te estabelecer com todo meu coração e toda minha alma ...Jeremias 32:41

E desejo te mostrar coisas grandes e maravilhosas ...Jeremias 33:3

Se me procurares com todo o teu coração, me encontrarás ...Deuteronômio 4:29

Alegra-te em mim e Eu te darei todos os desejos de teu coração ...Salmos 37:4

Pois sou Eu quem te coloco estes desejos ...Filipenses 2:13

E sou capaz de fazer mais por ti do que jamais poderia imaginar ...Efésios 3:20

Pois sou Eu teu maior encorajador ...2 Tessalonicenses 2:16-17

Eu sou o Pai que te conforta em todos teus problemas ...2 Corintios 1:3-4

Quando estás quebrantado, Eu estou próximo de ti ...Salmos 34:18

Como um pastor que leva um cordeiro, Eu te tenho carregado junto ao coração ...Isaias 40:11

Um dia irei secar cada lágrima de teus olhos e afastar de ti toda a dor que tenhas sofrido nesta terra ...Apocalipse 21:3-4

Eu sou teu Pai, e Eu te amo tal como meu filho, Jesus ...João 17:23

Pois em Jesus, meu amor por ti foi revelado ...João 17:26

Ele é a exata representação de meu ser ...Hebreus 1:3

Ele veio para demonstrar que Eu estou por ti, não contra ti ...Romanos 8:31

E para dizer que não estou contando teus pecados ...2 Corintios 5:18-19

Jesus morreu para que tu e Eu, então, pudéssemos nos reconciliar ...2 Corintios 5:18-19

Sua morte foi a minha expressão suprema de amor por ti ...1 João 4:10

Eu desisti de tudo que amava para poder ganhar o teu amor ...Romanos 8:31-32

Se receberes o presente de meu filho Jesus, recebes-me a mim ...1 João 2:23

Então, nada irá te separar de meu amor novamente ...Romanos 8:38-39

Vem e Eu irei fazer a maior festa que nos céus já foi vista ...Lucas 15:7

Eu sempre fui teu Pai, e sempre serei teu Pai ...Efésios 3:14-15

Minha pergunta é... Serás tu meu filho? ...João 1:12-13

Eu estou aguardando por ti ...Lucas 15:11-32

Com amor, do Teu Pai
Deus Todo Poderoso